Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Quarta-feira de Cinzas e início da Quaresma

NESTE INÍCIO de Quaresma, procuremos, mais ainda do que a mortificação corporal, aceitar o convite que a Liturgia sabiamente nos faz, de combater o amor próprio com todas as nossas forças.
Procurai o mérito, procurai a causa, procurai a justiça; e vede se encontrais outra coisa que não seja a Graça de Deus.(Santo Agostinho, Sermão 185; PL 38,997-999)
Ao receber, na Quarta-feira que antecede a Quaresma, as cinzas sobre a cabeça, ouviremos mais uma vez um claro convite à conversão que pode expressar-se numa fórmula dupla: "Convertei-vos e crede no Evangelho"; ou: "Recorda-te que és pó e em pó te hás de tornar".
Precisamente devido à riqueza dos símbolos e dos textos bíblicos, a Quarta-Feira de Cinzas é considerada a porta de entrada da Quaresma. De fato, a Liturgia e os gestos que a distinguem formam um conjunto que antecipa resumidamente as características próprias de todo o período quaresmal. Na sua tradição, a Igreja não se limita a oferecer-nos a temática litúrgic…

Recado para quem quer ter uma visão espiritual

Os espíritas aceitam as manifestações do mundo espiritual como se fossem enviadas por Deus, e logo se gabam de que Deus lhes foi "revelado".
Conheci um monge de 80 anos de idade a quem todos respeitavam como sendo um grande diretor espiritual. Perguntei-lhe em certa ocasião: "O senhor já viu algum vez na vida algo do mundo espiritual?" Ele respondeu: "Nada, nunca, graças a Deus". Ao perceber minha surpresa com essa resposta, ele disse: "Peço constantemente a Deus que nenhuma aparição ocorra comigo, de forma que, acidentalmente, eu não caia de orgulho e trate um demônio como anjo. Até aqui, Deus tem ouvido minhas orações". Este exemplo mostra como os anciãos eram humildes e cautelosos.
Um demônio disfarçado na luz de um anjo apareceu certa vez a um monge e disse: "Sou o Arcanjo Gabriel e fui enviado para você". O irmão lhe respondeu: "Pense bem! Será que você não foi enviado para outra pessoa? Não sou digno de ver um anjo". O…

Disposições para Comungar - S. Pedro Julião Eymard

Na Comunhão, celebram-se as núpcias régias da alma cristã, a visita de seu divino Rei, a festa do Corpo de Deus para o comungante. Todos estes títulos exigem que não haja negligência alguma em nosso exterior.
A preparação do corpo requer, além do jejum, trajes que denotem a modéstia e o asseio. A preparação da alma pede, em primeiro lugar, a ausência de todo pecado mortal, e, tanto quanto possível, do pecado venial deliberado.
O asseio é o primeiro ornato de uma casa que se prepara para receber um hóspede. Que a alma do comungante, se estiver ornada de poucas virtudes, tenha pelo menos essa pureza que as faz desabrochar.
Além disto, o decoro exige da alma a devoção, o recolhimento, o fervor da oração. O amor devia nos tornar sempre aptos para comungar, pois o amor anela, suspira, enlanguesce de desejos pelo Bem-Amado de seu coração, assim como o pobre está sempre pronto a receber a esmola.

S. Pedro Julião Eymard, Flores da Eucaristia

QUERIDA MÃE E RAINHA.

Ensina-me a caminhar na vida como Tu e dá-me um coração capaz de um amor sem limites, para que eu saiba fazer só a vontade do Pai e mostrá-lo a todas as pessoas que me rodeiam e que puseres no meu caminho. Ajuda-me a viver animado pela fé prática na divina providência, reconhecendo e aceitando as iniciativas do seu amor, nas circunstâncias e acontecimentos da minha vida diária.
Amém

ORAÇÃO DE ENTREGA A MÃE DE DEUS.

“Maria, minha mãe e minha Senhora, eu vos dou a minh’alma e o meu corpo, a minha vida e a minha morte e tudo o que virá. Deposito tudo em vossas mãos, ó minha mãe. Cobri-me com vosso manto virginal e concedei-me a graça da pureza do coração, de alma e de corpo. Defendei-me com vosso poder de todos os inimigos, especialmente daqueles que escondem a própria maldade sob a máscara da virtude… Fortificai a minh’alma e que o sofrimento não a desanime. Ó Mãe da graça, ensinai-me a viver em Deus. Amém.” “Ó Maria uma espada terrível atravessou a tua santa alma; exceto Deus ninguém conheceu a tua dor. A tua alma não se partiu; foi forte porque estava com Jesus. Doce mãe, une a ele a minh’alma, porque somente assim resistirei às provas e os meus sacrifícios de cada dia, unidos aos de Jesus, serão aceitos por Deus. Mãe dulcíssima, que a espada da dor jamais me despedasse. Ensina-me a vida interior. Amém.”

Estudo revela: pessoas que choram são mais fortes

Estudo revela: pessoas que choram são mais fortes

Nem todas as emoções são iguais nem encontram o mesmo grau de aceitação em nossa sociedade. A emoção mais aceita é a felicidade, basicamente porque é um sinal de segurança e êxito. Por isso vemos-nos obrigados a fingir felicidade, respondendo que estamos bem e sorrindo, mesmo que por dentro estejamos destroçados. A tristeza, entretanto, está catalogada como uma emoção negativa, uma emoção que se deve esconder e que, inclusive, deveríamos nos envergonhar dela. As expressões de tristeza, como ombros caídos e olhar choroso, são considerados sinais de debilidade e insegurança. É injusta uma sociedade que exige que sempre estejamos felizes e dispostos a ganhar o mundo. Porque não funcionamos assim. Frequentemente nos entristecemos. Estigmatizar a tristeza só serve para nos fazer sentir pior, para que pensemos que não somos suficientemente fortes para aguentar os problemas. Entretanto, na realidade, as pessoas que expressam sua tristeza e ch…

Medalha Milagrosa: um sinal que surgiu numa enorme crise social, política e econômica

Medalha Milagrosa: um sinal que surgiu numa enorme crise social, política e econômica

Quando Nossa Senhora apareceu para a jovem noviça Catherine Labouré na capela das Filhas da Caridade, na Rue du Bac, em Paris, a cidade estava em crise. A Revolução de Julho de 1830 tinha destituído o monarca francês e deixado à deriva os trabalhadores, que, desempregados e furiosos, organizaram mais de 4.000 barricadas pela capital. As três aparições testemunhadas por Catherine originaram a devoção popular pela Medalha Milagrosa. Na segunda dessas aparições, Maria se revelou sobre um globo com raios de luz que irradiavam de suas mãos. Em torno de Maria, em forma oval, apareciam as palavras “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós“. Na visão de Catherine, o verso dessa imagem mostrava a letra “M”, encimada por uma cruz, e, abaixo, dois corações. O Sagrado Coração de Jesus estava coroado por espinhos; o Imaculado Coração de Maria estava cercado por rosas e trespassado por uma…

Explicação da Ave Maria por São Tomás de Aquino

🔅Explicação da Ave Maria por São Tomás de Aquino🔅
São Tomás de Aquino, assim como muitos outros santos, tem uma devoção e amor muito grandes pela Virgem Maria. É ele mesmo quem diz: "A Bem-aventurada Virgem Maria é o modelo e o exemplo de todas as virtudes, e goza de uma intimidade com Deus maior do que as criaturas angélicas.".

Sua devoção mariana o levou a explicar com exímio a oração da Ave Maria, conforme veremos a seguir. [1]

PRÓLOGO
1. — A saudação angélica é dividida em três partes: A primeira, composta pelo Anjo: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo, bendita és tu entre as mulheres. (Lc 1, 28). A segunda é obra de Isabel, mãe de João Batista, que disse: "Bendito é o fruto do teu ventre". A terceira parte, a Igreja acrescentou: Maria.

O Anjo não disse: Ave Maria e sim, Ave, Cheia de graça. Mas este nome de Maria, efetivamente, se harmoniza com as palavras do Anjo, como veremos mais adiante.
AVE
2. — Na antiguidade, a aparição dos Anjos aos homens era um aconte…

Porque confiar em Maria?

“Minha alma engrandece ao  Senhor, meu espirito exulta em Deus meu salvador”
Como filhos da  Santíssima Virgem, podemos fazer das palavras dEla as nossas. A nossa alma engrandece  ao  Senhor por nos dar uma  tão bondosa Mãe. Porque amamoos  Maria? Amamos porque Deus amou primeiro. Confiar em uma ‘criatura’ que Deus confiou, é acreditar na perfeição de um: Faça-se.  Maria confiou. Ela na sua pequenez, nos ensina que pode existir um sim perfeito, uma luta diária por amor, um silencio constante  preenchido pela presença de Cristo.
São Luís Maria Grignion de Montfort, no “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria”, nos fala sobre os Apóstolos dos Últimos Tempos, os verdadeiros discípulos de Jesus Cristo, que seguirão as pegadas da sua pobreza, humildade, desprezo do mundo e caridade (cf. TVD 58-59). Sendo nós os apóstolos dos últimos tempos, temos o dever de levar esse amor, essa confiança a todas as gerações. Amamos porque lá na Cruz Jesus nos deixou a Mãe (João19, 26-27) saben…

A impressionante história de Nossa Senhora de Lourdes

No dia 11 de fevereiro de 1858, a Santíssima Virgem Maria aparecia à humilde Bernadette Soubirous, para pedir à Igreja oração e penitência pela conversão dos pecadores.
As mensagens de Nossa Senhora, saídas da gruta de Massabielle, nos arredores da cidade francesa de Lourdes, até hoje ecoam no coração dos fiéis que, maravilhados com o amor da Mãe que vem ao encontro de seu povo, peregrinam à França buscando alívio para o corpo e para a alma.
No dia 11 de fevereiro de 1858, a Santíssima Virgem Maria aparecia à humilde Bernadette Soubirous, para pedir à Igreja oração e penitência pela conversão dos pecadores. As mensagens de Nossa Senhora, saídas da gruta de Massabielle, nos arredores da cidade francesa de Lourdes, até hoje ecoam no coração dos fiéis que, maravilhados com o amor da Mãe que veio ao encontro de Santa Isabel e vem, agora, ao encontro de seu povo, peregrinam à França buscando alívio para o corpo e para a alma.
A quem deseja conhecer mais profundamente a história das apariç…