sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Terço da Virgem Poderosa

Imagem relacionada

Creio em Deus Pai...
Pai Nosso....
Três Ave Maria. ..

Nas contas Grandes. 
Magníficat
A minha alma glorifica o Senhor. 
Meu espirito se alegra em Deus, meu Salvador. 
Porque pôs os olhos na humildade da sua serva. 
Doravante todas as gerações me proclamarão Bem-aventurada. 
Porque o Todo-poderoso fez em mim maravilhas. 
Santo é o seu nome. 
A sua misericórdia se estende de geração em geração 
sobre aqueles que o temem. 
Ele manifesta maravilhas com o seu braço: 
Dispersa corações orgulhosos. 
Derruba o trono dos poderosos, 
e exalta os humildes. 
Aos famintos ele enche de bens 
Despede os ricos de mãos vazias. 
Socorre seu povo, seu servo, 
lembrando sua própria misericórdia. 
Como havia prometido aos nossos Pais, 
em favor de Abraão e de sua descendência 
Para sempre. (Lc 1,46-55)

Nas Contas Pequenas.
Ave Maria, Virgem Poderosa,
Imaculada Conceição Rainha das Vitórias, que Vossas Lágrimas de  Sangue destruam as forças do inferno. Que assim seja

No vezes Glória:
A Cruz Sagrada seja Minha Luz, não  seja o dragão meu guia. Retira-te Satanás, nunca me  aconselhas coisas vãs é mau o que tu me ofereces, bebe tu mesmo os teus Venenos! !

Jaculatória.
Levanta-se Deus intercedendo a Bem-Aventurada Virgem Maria; São Miguel Arcanjo e todas as Milícias Celestes Que sejam Dispersos seus inimigos e fujam de sua face todos os que vos odeiam. Em nome do Pai do Espírito Santo. Amém

Ministério do Terço:
1- Contemplamos: como Jesus nos deu exemplo brilhante na luta contras
Satanás e seu Reino.
2- Contemplamos: como Jesus venceu a morte e o inferno pela sua paixão e morte na cruz.
3 - Contemplamos: a Cruz de Cristo que se tornou um sinal de terror para Satanás.
4- Contemplamos: como Jesus deu a Virgem Maria a força para esmagar a cabeça de Satanás.
5- Contemplamos como: Jesus deu a Virgem Maria o poder sobre Satanás eternamente.

Final.
Salve Rainha, Mãe da Misericórdia, Vida, doçura, esperança nossa, salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia pois Advogada nossa; estes vossos olhos Misericordiosos a nós volvei e depois deste Desterro, Mostrai-nos Jesus. Bendito é o fruto do Vosso ventre, ó clemente,  ó piedosa, ó doce e sempre  Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Maria Mãe de Deus. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. 

Fonte: WhatsApp

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Papa São João Paulo II (1978-2005)


Sobre a terceira parte do Segredo de Fátima,
a comunhão na mão,
e a grande prova da Igreja.



Reproduzimos de seguida, integralmente, o artigo da revista
alemã Stimme des Glaubens, nº 10/81, 20 de Maio de 1981:


Papa João Paulo II:
“A grande prova não pode mais ser evitada”

Quando o Papa João Paulo II esteve em Fulda, foram-lhe colocadas várias perguntas por um pequeno grupo: sobre o terceiro segredo de Fátima, sobre comungar na mão, sobre o futuro imediato, etc. Um dos participantes registou o sucedido com base na sua memória. Nome e autenticação estão disponíveis na redacção. Segue-se um excerto desse registo.

Pergunta: «E o que se passa com o terceiro segredo de Fátima? Não deveria ter já sido publicado em 1960?»
Resposta do Santo Padre: «Por causa da gravidade do seu conteúdo, os meus antecessores na cadeira de Pedro optaram por uma redacção diplomática, de forma a não encorajar o poder mundial do comunismo a tomar certas atitudes. Para além disso, deveria ser suficiente para todos os cristãos saberem isto: se estiver escrito que os oceanos inundarão totalmente várias áreas da terra e que, de um momento para o outro, pessoas morrerão, milhões delas, então de certeza que não se ansiará mais pela publicação deste segredo. Muitos só querem saber por curiosidade e por um gosto pelo sensacionalismo, mas esquecem-se que o conhecimento também significa responsabilidade. Assim apenas se esforçam por satisfazer a sua curiosidade. Isso é perigoso, ainda para mais se, simultaneamente, não estiverem dispostos a fazer nada, porque dizem que não se pode fazer nada contra o mal». Nesse momento, o Papa pegou num Terço e disse: «É este o remédio contra o mal.Rezai, rezai e não perguntem mais nada. Confiai tudo o resto à Mãe de Deus».

Pergunta: «Santo Padre, Vossa Santidade dá a comunhão na mão?»
Resposta do Santo Padre: «Existe uma carta apostólica que legitima a existência desta autorização especial. Eu pessoalmente digo que não sou a favor e que também não a posso recomendar. Mas como essa autorização especial existe aqui e corresponde ao desejo de cada bispo diocesano, submeti-me à realidade destas dioceses».

Pergunta: «O que acontecerá à Igreja?»
Resposta do Santo Padre: «Temos de nos preparar, muito em breve, para grandes provas, provas essas que podem exigir de nós o sacrifício da nossa própria vida e a entrega total a Cristo e por Cristo! Este momento pode ser atenuado através das vossas e das nossas orações, mas não pode mais ser evitado, porque só desta forma é que se concretizará a renovação efectiva da Igreja. Quantas vezes é que a renovação da Igreja proveio do sangue. Também desta vez não sucederá de forma diferente. Sejamos fortes, preparemo-nos e confiemos em Cristo e na Sua Mãe. Rezemos muito e com muita assiduidade o Terço».




Notas importantes:

A respeito das palavras de São João Paulo II sobre a terceira parte do Segredo de Fátima, parecem-nos relevantes as seguintes entradas.

1)    Entrevista feita à Irmã Lúcia em 1957 na qual a última vidente de Fátima fala do “castigo tremendo com o que Deus vai castigar o mundo” e da Rússia como instrumento desse castigo:

2)    As revelações à Beata Elena Aiello (1954-1961), alma vítima e estigmatizada, beatificada pelo Papa Bento XVI em 2011, cujo conteúdo vai na linha dos avisos feitos em Fátima sobre o castigo divino sobre a humanidade impenitente:

3)    As três mensagens que Nossa Senhora deu à humanidade em 1973, em Akita, no Japão, e que Joseph Ratzinger disse serem a continuação da Fátima:

4)    A mensagem que Nossa Senhora deu ao mundo por meio do P. Stefano Gobbi, na qual explica o significado do “Dragão Vermelho” do capítulo 12 do Livro do Apocalipse, que é o Comunismo marxista, em tanto que representa a suma de ensinamentos sobre o mundo, o homem e Deus (que não existe) que são diametralmente opostos aos de nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Deus e Salvador:


A respeito das palavras de São João Paulo II sobre a grande prova da Igreja, parecem-nos relevantes as seguintes entradas.

1)    Catecismo da Igreja Católica, nos 675-677, sobre a “última prova da Igreja”:

2)    As revelações à Beata Ana Catarina Emmerich (1774-1824), alma víctima e estigmatizada, beatificada pelo Pp. São João Paulo II em 2004, sobre a última prova da Igreja:

3)    A Aparição de Nossa Senhora em La Salette, França, 1846, onde Nossa Senhora disse literalmente que “Roma perderá a fé e se converterá na sede do Anticristo”:

4)    Encíclica Humanum genus, do Pp. Leão XIII, 1884, sobre a Maçonaria:
2. «Eles estão a planear a destruição da santa Igreja publicamente e abertamente, e isso com o propósito estabelecido de despojar completamente as nações da Cristandade, se isso fosse possível, das bênçãos obtidas para nós através de Jesus Cristo nosso Salvador».
10. «Pois, daquilo que Nós acima mostramos da maneira mais clara, aquele que é o seu propósito último força-a a se tornar visível - especificamente, a completa derrubada de toda a ordem religiosa e política do mundo que o ensinamento Cristão produziu, e a substituição por um novo estado de coisas de acordo com as suas ideias, das quais as fundações e leis devem ser obtidas do mero naturalismo».
12. «E desde que é o dever especial e exclusivo da Igreja Católica estabelecer completamente em palavras as verdades divinamente recebidas, ensinar, além de outros auxílios divinos à salvação, a autoridade de seu ofício, e defender a mesma com perfeita pureza, é contra a Igreja que o ódio e o ataque dos inimigos é principalmente dirigido».

5)    As palavras do Venerável Arcebispo de Nova York, Fulton J. Sheen, sobre o nascimento da “contra-igreja” (1948):

6)    A mensagem de Nossa Senhora deu ao mundo por meio do P. Stefano Gobbi, na qual explica o significado da “Besta semelhante a um cordeiro” do capítulo 13 do Livro do Apocalipse, que é a obra da maçonaria infiltrada na Santa Igreja para destruí-la.

O artigo da revista Stimme des Glaubens, nº10/81, 20 de Maio de 1981:
(clicar nas imagens para aumentar)



http://apelosdenossasenhora.blogspot.com.br/2016/12/papa-joao-paulo-ii-sobre-terceira-parte.html?m=1

Ladainha

A todos os fiéis que recitarem esta Ladainha acrescentando o Credo, a Salva Rainha e três Ave-Marias (mais confissão e comunhão) ao Coração Doloroso de Maria, nas sextas-feiras do ano, o Santo Padre Pio VIII concede Indulgência Plenária

Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, tende piedade de nós
Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, ouvi-nos
Jesus Cristo, atendei-nos
Deus, Pai dos céus, tende piedade de nós
Deus, Filho Redentor do mundo, tende piedade de nós
Deus, Espírito Santo, tende piedade de nós
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós
Santa Maria, rogai por nós
Santa mãe de Deus,
Santa Virgem das Virgens,
Mãe do Crucificado,
Mãe dolorosa,
Mãe lacrimosa,
Mãe aflita,
Mãe desamparada,
Mãe desolada,
Mãe privada do filho,
Mãe transpassada pela espada,
Mãe nas dores imersa,
Mãe cheia de angustias,
Mãe com o coração à cruz cravada,
Mãe tristíssima,
Fonte de lágrimas,
Cúmulo de sofrimentos,
Espelho de paciência,
Rocha de constância,
Âncora de confiança,
Refúgio dos abandonados,
Defesa dos oprimidos,
Refúgio dos incrédulos,
Alívio dos míseros,
Cura dos languentes,
Força dos débeis,
Porto dos náufragos,
Quiete nas tempestades,
Recurso dos necessitados,
Terror dos demônios,
Tesouro dos fieis,
Luz dos profetas,
Guia dos apóstolos,
Coroa dos mártires,
Baluarte dos confessores,
Pérola das virgens,
Consolação das viúvas,
Mãe dos órfãos,
Delícia de todos os santos,

Cordeiro de Deus que tirar os pecados do mundo, perdoai-nos Jesus.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Jesus.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós, Jesus.
- Rogai por nós ó Virgem Dolorosíssima.
- Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

ORAÇÃO: À vossa eficaz proteção recorremos, ó Virgem Dolorosíssima e bendita; livrai-nos de todos os perigos e salvai-nos pelos merecimentos de vosso Filho Jesus Cristo, Redentor nosso, triunfador do poder das trevas. 

Assim seja.
Amém!!!!

Fonte: WhatsApp

Técnico de futebol brasileiro relembra como apresentou Nossa Senhora a jogador chinês

Resultado de imagem para cuca com a camisa de nossa senhora
Conhecido por sua fé católica, o técnico de futebol Cuca relembrou na segunda-feira, 14, um episódio marcante do período em que esteve na China e que pôde testemunhar a sua devoção mariana aos jogadores daquele país.
Em entrevista coletiva da apresentação de Cuca como novo técnico do Palmeiras, ele recordou durante sua passagem como treinador pelo time chinês Shandong Luneng, em certa ocasião, um dos jogadores ficou curioso ao vê-lo como uma camisa de Nossa Senhora, a qual não conhecia.
“O atleta me perguntou quem era aquela mulher bonita”, contou o técnico, que disse ter respondido que “era a mãe de Jesus”.
Naquela partida, Cuca disse que foram “campeões com um gol que o Montillo bateu a falta e esse jogador, um zagueiro, marcou aos 48 minutos do segundo tempo”.
“Eu estava com a camisa e, quando me abraçou, ele disse: ‘My mother’ (minha mãe)”, recordou o treinador e acrescentou: “Isso me arrepia”.
Cuca afirmou que “isso é uma missão como católico”. “Levo a minha fé e não é superstição”, pontuou.
O técnico ainda comentou sobre o título que conquistou na Copa Libertadores de 2013, à frente do Atlético-MG, quando também ficou marcado por usar uma camisa com imagem de Nossa Senhora. Ele reforçou que não usou a camisa “por dar sorte, mas sim porque me fortalecia”.
Após a conquista da Libertadores em 2013, Cuca reafirmou sua devoção a Mãe de Deus ao comentar com a imprensa que levaria sua camisa para o Marrocos, para a disputa do Mundial de Clubes.
Na época, ele ressaltou que a ajuda da Virgem Maria não era para o Mundial, mas sim para a vida. “Acredito tanto em Nossa Senhora que não tenho vergonha de usar a camisa dela na rua, no jogo, no trabalho”.
O técnico ainda acrescentou que era uma obrigação sua, como católico, “passar a imagem de Nossa senhora para essa juventude”.

http://www.acidigital.com/noticias/tecnico-de-futebol-brasileiro-relembra-como-apresentou-nossa-senhora-a-jogador-chines-73961/

domingo, 25 de dezembro de 2016

O inesperado poder da tristeza


Suas emoções são um tesouro. Não as reprima

O inesperado poder da tristeza


Quando sofro, me torno mais capaz de me colocar no lugar do outro. Entendo seus sentimentos, sua impotência, sua dor. Eu me torno menor com minha tristeza e fico na altura do outro que está sofrendo. Não me distancio; me aproximo. E sei escutar só com um olhar humilde, sem dar conselhos, simplesmente ficando em silêncio ao lado de quem está triste.
Sinto que, às vezes, a alegria excessiva do alegre não me alegra. Sua posição elevada de bem-estar me incomoda. Como se tudo fosse bom nesta vida.
Minha tristeza aproxima; não distancia os outros. Talvez eu tenha que evitar dar conselhos quando estou alegre. E não dizer frases típicas que não motivam nem aconselham.
Dizia o papa FranciscoOremos ao Senhor para que ele nos dê estas três graças: a graça de reconhecer a desolação espiritual, a graça de rezar quando estivermos no estado de desolação espiritual e também a graça de saber fazer companhia às pessoas que passam por momentos de tristeza e desolação espiritual”.
Quando eu estiver triste, não ficarei fechado, nem perturbado por minha dor. Sairei de mim para dar alegria, ainda que eu não tenha. E farei companhia para aqueles que sofrem, mesmo que eu também sofra.
E, quando eu estiver muito alegre, não manifestarei minhas efusividades. Porque talvez eu não alegre o triste. Mas caminharei ao seu lado com minha alegria silenciosa. Sorrirei e levarei luz no meio do nevoeiro.
Sei que é o sentido da minha vida caminhar com minha tristeza e minha alegria, sem reter nada, buscando a felicidade dos que me rodeiam. Mesmo que eu esteja triste. Mesmo que eu esteja alegre. Sei que os dois estados de ânimo formam parte da minha alma. Chegam e passam.
Nos momentos em que me encontro com Deus e nos momentos em que Deus se encontra comigo, às vezes, me escondo em lágrimas. Outras vezes, me silencio em minhas risadas. São estados de ânimo passageiros que marcam meu caminho. Determinam meus gestos.
Às vezes, passo de um ao outro com rapidez; outras vezes, lentamente. Vivo também momentos mais neutros, tranquilos, nem tristes, nem alegres. Nem frio, nem calor. Mas não me assusto diante das emoções que correm por minha alma. São partes de mim e eu as acolho como um tesouro que mantenho guardado.
Tenho paixões que fazem viver. Não quero reprimir o que surge em minha alma. Quero amar com profundidade, fazer vínculos, me entregar. É parte da minha vida. Sofrer, deixando minha alma esfarrapada.
Mas sei também que quero aprender a amar com um amor que seja maduro. Sem me atar, sem ser escravo. Sem esperar o que não tem. Sem fingir o que não existe.
Dizia a psicóloga Carmen Serrat: “Não espere que os outros preencham sua vida. Isso é o início do caminho da frustração e desencanto. Faça isso você mesmo e de modo que poderá ser uma fonte de amor e de inspiração para os demais. Cultive sua paz interior e sua felicidade. Ninguém pode dar o que não tem e nenhuma relação lhe dará o que você não é capaz de dar a si mesmo.”
Tenho claro: se não sei amar a mim mesmo, dificilmente vou amar os outros. Se não tenho meus sentimentos organizados, será impossível saber para onde caminhar.
Quero olhar no mais profundo de minha alma. Quero saber o que acontece por dentro. Compreender minhas emoções. Entender de onde vêm. Saber decidir em meio a minhas tristezas e alegrias. Não me deixar governar por meus estados de ânimo.
Repartir sorrisos cheios de dor. Mostrar-me sereno, cheio de alegria. E saber muito bem que ninguém vai me fazer completamente feliz. Nem vai fazer todas as minhas vontades sem limites.
Procuro Deus quando estou perturbado ou alegre. Procuro-o neste tempo de espera do Advento. Procuro Deus que olha em minha alma e me compreende, sabe como estou, como me sinto. Ele se abaixa para estar na altura de meus olhos perturbados, de meus sentimentos instáveis.
Quero viver com serenidade. Sabendo que posso dar muito mais do que dou se saio de mim. Se deixo minha comodidade e este empenho vão de buscar a mim mesmo continuamente.
Saio do meu centro de atenção para colocar neste centro o menino que nasce. Este Deus feito carne. Este Deus-Comigo, que vem para cuidar de mim, para me dar paz quando eu estiver perturbado e guiar os meus passos quando eu não me entender. E sempre trazer luz nas minhas noites de inverno.

http://pt.aleteia.org/2016/12/22/o-inesperado-poder-da-tristeza/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=daily_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Ladainha dos Nomes Mistériosos da Rainha do Céu

Mãe do temor discreto e grandeza do Coração, orai por nós.











Esta ladainha foi composta por Soror Maria de Jesus de Agreda.





Está enriquecida com indulgências pelo Sumo Pontífice.




Senhor, tende piedade de nós.

Cristo, tende piedade de nós.

Senhor, tende piedade de nós.




Jesus Cristo, ouvi-nos:



Jesus Cristo escutai-nos.




Deus Pai Celestial, tende piedade de nós.

Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós.


Deus Espírito Santo, tende piedade nós.

Santíssima Trindade, que sois um sou e verdadeiro Deus, tende piedade de nós.




Santa Maria, Imperatriz do Céu e terra, orai por nós.


Filha do Eterno Pai, orai por nós.

Mãe do Eterno Filho, orai por nós.

Esposa do Eterno e santo Espírito,orai por nós.


Complemento da infalível e beatíssima Trindade, orai por nós.


Espelho Imaculado e perfeitíssimo da Divindade, orai por nós.


Esfera da Divina Onipotência, orai por nós.

Centro da bondade incompreensível, orai por nós.


Aurora da eternidade interminável, orai por nós.


Luzeiro do eterno sol e luz inacessível, orai por nós.


Glória da Jerusalém triunfante, orai por nós.

Virtude e fortaleza da Jerusalém militante, orai por nós.


Alegria do povo santo e escolhido, orai por nós.


Exemplar dos supremos e abrasados Serafins, orai por nós.


Resplendor dos iluminados Querubins, orai por nós.


Santa e justa emulação da angélica natureza, orai por nós.


Vitória dos exércitos do Senhor Deus, orai por nós.


Honra da humana natureza, orai por nós.

Decoro e formosura de todo a criação, orai por nós.


Triunfo e triunfadora dos inimigos do Altíssimo, orai por nós.


Nobilíssimo objeto em pura criatura dos predestinados, orai por nós.

Coroa dos Santos, orai por nós.

Exemplo das Virgens, orai por nós.

Flor candidíssima da castidade virginal, orai por nós.


Bálsamo odorífero da pureza corporal, orai por nós.


Prodígio inexplicável da pureza espiritual, orai por nós.


Vencedora da morte e do pecado, orai por nós.


Judite animosa que ao príncipe das maldades degolastes, orai por nós.


Mulher forte cuja glória vem da Divindade, orai por nós.


Mulher invicta e invencível quem pisou a cabeça da antiga serpente, orai por nós.

Torre de David contra o inferno, orai por nós.

Escala de Jacob que chega ao Céu, orai por nós.


Manancial de toda graça e vida eterna, orai por nós.


Arquivo das riquezas do muito alto, orai por nós.


Origem dos dons de sua direita, orai por nós.

Restauradora da inconstância e culpa de Eva, orai por nós.


Arco do Céu que o sereno da piedade anuncias, orai por nós.


Nave da contratação do Céu cheia do pão que nos sustenta, orai por nós.


Arca incorruptível do novo e eterno testamento, orai por nós.


Terra santa donde choveu do Céu o maná vivo, orai por nós.


Terra de prometida que mana leite e mel de graça, orai por nós.


Velocino cheio da Divindade, orai por nós.

Mesa franca do pacífico e verdadeiro Rei Eterno, orai por nós.


Sarça não consumida e abrasada, orai por nós.


Oculta vida que as almas ressuscitas, orai por nós.


Antídoto contra o veneno da serpente antiga, orai por nós.


Glorioso fim da sabedoria de Deus e sua potência, orai por nós.


Éster privilegiada da comum lei da culpa, orai por nós.


Prudente Rainha que a teu povo livrastes da morte, orai por nós.


Rainha única de teus vassalos fidelíssima, orai por nós.


Retrato que engrandeces a teu Criador, orai por nós.


Monte santo donde se deu a lei do amor, orai por nós.


Memorial justo que oferecemos ao justo Juiz dos pecadores, orai por nós.


Pura criatura a Deus mais inédita, orai por nós.


Custodia do escondido Sacramento, orai por nós.


Fênix única que em por vós regeneraste ao mundo, orai por nós.


Pelicano que com teu sangue em teu Filho alimentas a nós teus filhos, orai por nós.

Amantíssima que amas até o fim a quem te ama, orai por nós.


Estampa do ser divino que salva o ser humano, orai por nós.


Instrumento do amor imenso e de suas obras, orai por nós.


Farol que avisa ao navegante, orai por nós.

Receita para enfermos incuráveis, orai por nós.


Imã que leva a Si os corações, orai por nós.

Tocha que dá a luz aos que vão às escuras, orai por nós.


Refúgio Sagrado para quem procura justiça, orai por nós.


Terror para as fúrias do inferno, orai por nós.

Jerusalém adornada com para seu esposo, orai por nós.


Esposa que pacificas ao verdadeiro Sansão indignado com os homens, orai por nós.

Advogada que sabiamente defende nossa causa, orai por nós.


Mãe do amor formoso e santa esperança, orai por nós.



Flor do campo, orai por nós.

Rosa mística, orai por nós.

Lírio dos vales, orai por nós.

Horto cerrado, orai por nós.

Fonte selada, orai por nós.

Porta do Céu, orai por nós.

Casa do sol, orai por nós.


Minha doce vida por quem vivo e por quem morro, orai por nós.


Minha Mãe e minha mestra, por quem me governo, orai por nós.


Maria sempre Virgem prudentíssima, orai por nós.




De todo mal e culpa, livrai-me Senhora.

Da ira do Altíssimo, livrai-me Senhora.

De sua desgraça e ofensa, livrai-me Senhora.

Da morte súbita e imprevista, livrai-me Senhora.


Do furor e gana de meus inimigos, livrai-me Senhora.


Da astúcia maliciosa da serpente, livrai-me Senhora.


Da ira, ódio e má vontade, livrai-me Senhora.

Do Espírito imundo, livrai-me Senhora.

Da ofensa de meus irmãos e próximos, livrai-me Senhora.


Da inconstância na virtude, livrai-me Senhora.

Da morte eterna pelo pecado, livrai-me Senhora.


No dia do juízo, livrai-me Senhora.

Por tua puríssima Conceição Imaculada, livrai-me Senhora.


Por tua natividade Santíssima, livrai-me Senhora.


Por tua apresentação ao templo, livrai-me Senhora.


Pela encarnação do Verbo eterno em tuas puríssimas entranhas, livrai-me Senhora.

Pela dignidade infalível de ser Mãe de Deus, livrai-me Senhora.


Pela alegria de ver a Deus em Ti feito homem e adorado o recebeste, livrai-me Senhora.

Pela santa conversação e vida que com o criastes, livrai-me Senhora.


Pelo que em teu vastíssimo Coração com a profecia do Santo Simeão sentistes, livrai-me Senhora.


Pela dor que sentiste, quando o perdeste em Jerusalém, livrai-me Senhora.


Pela dor quando vistes sua prisão, livrai-me Senhora.


Pela dor de vê-Lo com a cruz a costas, livrai-me Senhora.


Pela dor de vê-Lo cravado e levantado na cruz, livrai-me Senhora.


Pela dor de vê-Lo expirar na cruz, livrai-me Senhora.


Pela dor de vê-Lo baixar da cruz e sepultar-Lo, livrai-me Senhora.


Por todos os dores que em toda sua paixão, sentistes, livrai-me Senhora.


Pela alegria de sua ressurreição, livrai-me Senhora.


Pela sua admirável ascensão, livrai-me Senhora.


Pela plenitude de dons que recebestes com a vinda do Espírito Santo, livrai-me Senhora.

Por tua admirável assunção, livrai-me Senhora.


Por tua admirável exaltação e Coroação, livrai-me Senhora.


Pela Glória da Divindade que tens, livrai-me Senhora.


Pela Glória que dás aos bem-aventurados, e darás por todas as eternidades, livrai-me Senhora.




Assim te conheçam e adorem todas as nações, ouvi-me Senhora.

Assim te conheçam e adorem por Mãe de Deus todas as gerações, ouvi-me Senhora.

Assim minha Coração te magnifique, te adore e eternamente te bendiga, ouvi-me Senhora.

Assim a Santa Igreja por verdade infalível determine tua limpa e pura Conceição, ouvi-me Senhora.


Assim de Vossa presença nos regozijemos e te vejamos por todas as eternidades, ouvi-me Senhora.


Assim vossa fiel Cronista seja pronto elevada aos Altares, ouvi-me Senhora.




Fazei-me digno de que te adore, Virgem Santíssima.


Dai-me virtude e contra meus inimigos.




Oração:

Santíssima e Imaculada, por ter te preservado o Altíssimo de toda mancha de pecado para que fostes digna Mãe de seu Unigênito Filho, que em tuas virginais entranhas tomou carne humana e se fez homem, suplico-te puríssima e bendita entre todas as mulheres, que me alcances de teu dileto Filho perdão de todos os meus pecados; Que eu seja escrito no número dos predestinados, e nesta vida alcance a graça final com que mereça a eterna vida, que esperamos por Ti, Senhora Nossa.


E pelo o mesmo Senhor que vive e Reina por todos os séculos dos séculos. Amém.


Fonte: WhatsApp

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

ORAÇÃO DO SANTO PADRE À NOSSA SENHORA DE GUADALUPE



Ó Virgem Imaculada,
Mãe do verdadeiro Deus e Mãe da Igreja!
Vós, que, deste lugar, manifestais
a vossa clemência e a vossa compaixão
por todos os que imploram o vosso amparo:
ouvi a oração que com filial confiança Vos dirigimos
e apresentai-a ao vosso Filho Jesus, único Redentor nosso.
Mãe de misericórdia, Mestra do sacrifício escondido e silencioso,
a Vós, que vindes ao encontro de nós todos, pecadores,
consagramos, neste dia, todo o nosso ser e todo o nosso amor.
Consagramo-Vos também a nossa vida,
os nossos trabalhos, as nossas alegrias,
as nossas doenças e os nossos sofrimentos.
Dai a paz, a justiça e a prosperidade aos nossos povos,
já que tudo o que nós temos e o que somos
o deixamos ao vosso cuidado,
Mãe e Senhora nossa.
Queremos ser totalmente vossos
e convosco desejamos percorrer
o caminho de uma fidelidade plena a Jesus Cristo
na sua Igreja:
não nos deixeis desprender da vossa mão amorosa.
Virgem de Guadalupe, Mãe das Américas,
pedimo-Vos por todos os Bispos,
a fim de que eles conduzam os fiéis
por veredas de intensa vida cristã,
de amor
e de humilde serviço a Deus
e às almas.
Contemplai esta seara imensa
e intercedei por que o Senhor infunda fome de santidade
em todo o Povo de Deus
e conceda abundantes vocações de sacerdotes e religiosos
fortes na .fé
e zelosos dispensadores dos mistérios de Deus.
Concedei aos nossos lares
a graça de amarem e respeitarem a vida nascente,
com o mesmo amor com que Vós em vosso seio concebestes
a vida do Filho de Deus.
Virgem Santa Maria, Mãe do Amor Formoso,
protegei as nossas famílias,
para que elas estejam sempre muito unidas,
e abençoai a educação dos nossos filhos.
Esperança nossa,
olhai-nos com compaixão
ensinai-nos a ir continuamente para Jesus
e, se cairmos, ajudai-nos
a levantarmo-nos e a voltarmos para Ele,
mediante a confissão das nossas culpas e dos nossos pecados
no sacramento da Penitência que traz sossego à alma.
Suplicamo-Vos que nos concedais
um amor muito grande a todos os santos Sacramentos
que são como que as marcas que o vosso Filho
nos deixou na terra.
Assim, nossa Mãe Santíssima,
com a paz de Deus na consciência,
com os nossos corações livres do mal e de ódios,
poderemos levar a todos
a alegria verdadeira e a verdadeira paz,
as quais vêm do Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo
que, com Deus Pai e com o Espírito Santo, vive e reina pelos séculos dos séculos.
Ámen.
IOANNES PAULUS PP. II
México, Janeiro de 1979

Guadalupe - Full HD - Provas Científicas do Sobrenatural - Entidade Misteriosa

DOCUMENTÁRIO DO MANTO DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE - SURPREENDE

Festa de Nossa Senhora de Guadalupe 12 do dezembro

Festa de Nossa Senhora de Guadalupe
12 do dezembro
Um sábado de 1531 a princípios de dezembro, um índio chamado Juan Diego, ia muito de madrugada do povo em que residia à cidade do México a assistir a suas aulas de catecismo e para ouvir a Santa Missa. Ao chegar junto à colina chamada Tepeyac amanhecia e escutou uma voz que o chamava por seu nome. 
Ele subiu ao cume e viu uma Senhora de sobre-humana beleza, cujo vestido era brilhante como o sol, a qual com palavras muito amáveis e atentas lhe disse: "Juanito: o menor de meus filhos, eu sou a sempre Virgem Maria, Mãe do verdadeiro Deus, por quem se vive. Desejo vivamente que me construa aqui um templo, para nele mostrar e prodigalizar todo meu amor, compaixão, auxílio e defesa a todos os moradores desta terra e a todos os que me invoquem e em Mim confiem. Vá ao Senhor Bispo e lhe diga que desejo um templo neste plano. Anda e ponha nisso todo seu esforço". 
Retornou a seu povo Juan Diego se encontrou de novo com a Virgem Maria e lhe explicou o ocorrido. A Virgem lhe pediu que ao dia seguinte fora novamente falar com o bispo e lhe repetisse a mensagem. Esta vez o bispo, logo depois de ouvir Juan Diego disse que devia ir e lhe dizer à Senhora que lhe desse alguma sinal que provasse que era a Mãe de Deus e que era sua vontade que lhe construíra um templo. 
De volta, Juan Diego achou Maria e lhe narrou os fatos. A Virgem lhe mandou que voltasse para dia seguinte ao mesmo lugar, pois ali lhe daria o sinal. Ao dia seguinte Juan Diego não pôde voltar para colina, pois seu tio Juan Bernardino estava muito doente. A madrugada de 12 de dezembro Juan Diego partiu a toda pressa para conseguir um sacerdote a seu tio, pois se estava morrendo. Ao chegar ao lugar por onde devia encontrar-se com a Senhora preferiu tomar outro caminho para evitá-la. de repente Maria saiu a seu encontro e lhe perguntou aonde ia. O índio envergonhado lhe explicou o que ocorria. A Virgem disse a Juan Diego que não se preocupasse, que seu tio não morreria e que já estava são. Então o índio lhe pediu o sinal que devia levar a bispo. Maria lhe disse que subisse ao cume da colina onde achou rosas de Castela frescas e colocando-as no poncho, cortou quantas pôde e as levou a bispo. 
Uma vez diante de Dom Zumárraga Juan Diego desdobrou sua manta, caíram ao chão as rosas e no poncho estava pintada com o que hoje se conhece como a imagem da Virgem de Guadalupe. Vendo isto, o bispo levou a imagem Santa à Igreja Maior e edificou uma ermida no lugar que tinha famoso o índio.
Pio X a proclamou como "Padroeira de toda a América Latina", Pio XI de todas as "Américas", Pio XII a chamou "Imperatriz das Américas" e João XXIII "A Missionária Celeste do Novo Mundo" e "a Mãe das Américas".
A imagem da Virgem de Guadalupe se venera no México com maior devoção, e os milagres obtidos pelos que rezam à Virgem de Guadalupe são extraordinários.

http://www.salverainha.com.br/Historia_de_Guadalupe.html

sábado, 10 de dezembro de 2016

Modéstia Masculina: 11 Dicas de Ouro

Escrito por Amor Mariano


1- Nunca use roupas transparentes sem forro por baixo

2- Não use regatas e golas muito cavadas. O limite é dois dedos abaixo do pescoço.

3- Evite calças apertadas, shorts e bermudas. Dê sempre preferência a roupas sociais.

4- Use sempre roupas de mangas, de preferencia, mangas que cubram também as axilas.

5- Não use roupas de mulheres. Por mais que seja só uma brincadeira.

6- Observe bem as estampas: Nunca use estampas de pele de animal (onça. cobra, etc.) ou estampas infantis (desenhos animados, etc.) ou satânicas (caveiras, etc.). O ideal seria roupas de tecido liso ou com estampas de santos, ou estampas sérias.

7- Evite todo tipo de roupas coladas, sensuais e roupas “RIPs”

8- Não exagere nos acessórios (boné, colares, cordões, relógios, tênis, cinto, etc.).

9- Nunca fique sem camisa, muito menos com roupas íntimas diante dos outros, mesmo que também sejam homens.

10- Evite cores chamativas e muito vivas.

11- Lembre-se: Modéstia, acima de se vestir assim ou assado é uma virtude, portanto exercite-se nela e evite todo tipo de olhares, pensamentos, palavras, gestos, andados e companhias que lhe exponham em perigo de pecado. Lembre-se também de viver a modéstia interiormente, pois o exterior só é um espelho do interior.

Fonte: Recebido via WhatsApp

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

O exército da Rainha da Paz

O tempo da graça que a Divina Misericórdia concedeu à nossa geração, é caracterizado pelo chamado à conversão. Nisto podemos ver a analogia do tempo da graça por excelência, o Verbo que se fez carne colocou a sua tenda no meio de nós. Então o apelo à conversão ressoa com uma força especial, primeiro pela boca do precursor, depois com o anúncio do Evangelho e por fim pela pregação dos Apóstolos. Nestes dias, sobre o fundo havia uma ameaça: "se não vos converterdes, perecerão todos", havia afirmado Jesus. A recusa do Rei da Paz significava a destruição de Jerusalém e a morte cruel de seus habitantes. Que coisa significará para o mundo a recusa da Rainha da Paz ? Não devemos pensar que Deus castiga a nossa surdez aos Seus apelos. Ele nos mostra onde nos leva a nossa incredulidade. Nos indica quais os perigos que nós não podemos ver. Mas se nós não queremos escutar, que coisa deverá fazer ? Deveria nos privar da nossa liberdade ?

"Obrigada por terem correspondido a meu chamado", é a afirmação conclusiva da Gospa a todo o Seu chamado. Quantas vezes Ela haverá de repetir ? Centenas de vezes. E Ela não teme em nos repetir. Nós não A demos ouvido, mas Nossa Senhora não o repete por hábito. Já nos perguntamos o porque Dela nos agradecer todas as vezes que nos deixa uma mensagem ? Nossa Senhora nos diz o Seu obrigado porque tem sempre alguns que respondem a Seu chamado. Ela sabe bem que é um ato da batalha decisiva contra os poderes do inferno e que todos nós somos uma pedra fundamental para esta vitória.

Aquilo que caracteriza a aparição de Medjugorje é a confiança da Rainha da Paz à resposta das pessoas. De um modo especial, nos primeiros anos teve que usar de mão forte e por fim dizer que não daria mais mensagens porque alguns não queriam aceitá-las. A Suas repreensões não são poucas e às vezes tem o tom de requisição. Quando Nossa Senhora reprova não perde o Seu jeito materno, mas as palavras são de fogo e deixam sinais. Se bem pensamos, a Sua linguagem é a mesma de Seu Filho, cheio de paciência e de graça, que sai de um coração manso e humilde. Mas quando é necessário atravessa como uma espada.

O fio de ouro da confiança da Mãe na resposta de Seus filhos não é nunca partido, nem mesmo nos momentos mais tristes, quando é Ela a dizer: "Satanás se diverte com vocês". O Seu coração materno sabe que os paroquianos jamais trairiam a Sua presença em Medjugorje. Depois de mais de dezenas de incansáveis chamados, o equilíbrio é tal de permiti-la enfrentar o tempo dos segredos acompanhada de um exército inumerável de devotos recolhidos de todas as partes do mundo, pessoas de todos os povos, línguas e nações.

Quem pode contar o exército da Gospa espalhado em todos os cantos do mundo ? Se trata de uma multidão imensa, que só a Mãe de Deus conhece. Quantos escutam todos os meses as Suas mensagens e estão prontos a colocá-las em prática ? Talvez Nossa Senhora jamais teve a Sua disposição no curso da história um exército assim tão numeroso e cheio de entusiasmo.

Até mesmo o Santo Padre João Paulo II incluiu-se na multidão de Seu exército. A paróquia de Maria (Medjugorje) alarga as Suas fronteiras até a Igreja do mundo inteiro. Os Seus pequenos soldados estão prontos para a maior batalha que jamais existiu desde o início do Cristianismo.

Neste tempo de graça, a Rainha da Paz trabalha com um estilo que Lhe é próprio. Escolheu crianças de famílias humildes e pobres, optou por uma paróquia camponesa de um país ainda comunista, desconhecida assim como era Nazaré e completamente fora das grandes vias de comunicação. Ela operou em meio a grandes perseguições e hostilidades das autoridades civis e a incredulidade de muitos eclesiásticos e a fraqueza de muitos que depois de haver colocado a mão no arado, voltaram atrás. Enfim na Sua materna sabedoria, a Sua compreensão pelos nossos passos de crianças incertas e na Sua perseverança de nos prender pelas mãos e nos levantar todas as vezes que caímos por terra. Tivemos o resultado de uma humana expectativa. Os tempos são maduros e na passagem do milênio, quando Satanás soltar-se de suas correntes e se atirar como um leão rugindo pronto a devorar as suas presas. A Rainha do Céu pode dispor do Seu exército para a batalha decisiva. Que exército é este preparado por Nossa Senhora neste tempo de grande graça? Apesar de muito númeroso ser este exército, o chamado da Rainha da Paz é antes de tudo um chamado pessoal. No exército da Rainha da Paz alguns sentiram-se chamados pelo nome. Porque as pessoas vão a Medjugorje de todas as partes do mundo, com viagens cansativas e sacrifícios especilmente aqueles que vem da África, da América e da Ásia, é um mistério de eleição. O instrumento humano de difusão e o testemunho dos peregrinos, porém, em último lugar, é Nossa Senhora mesma que bate à porta de todos os corações. Eis porque quem escuta as suas mensagens, ela diz: "Obrigado por terem escutado meu materno convite." Os soldados de Maria foram escolhidos um por um. Tiveram a fadiga de escutar, de responder e de iniciar o caminho da conversão. Tiveram que mudar de vida, entrar no exército do bem e perseverar no caminho da santidade. Nossa Senhora trabalha no silêncio e no escondimento. Não fez campanhas publicitárias, não levantou poeira, jamais apareceu em televisão. Demonstrou à nossa geração de sacerdotes em um perpétuo movimento, como se faz um apóstolo. Não é necessário que os resultados vejamos nós, mesmo se a paróquia de Medjugorje calcula dezenas de milhões de peregrinos e uma dezena de milhares de sacerdotes que ouviram e acolheram ao chamado da Rainha da Paz. Importante é que o resultado veja ela e que depois de tanto tempo que ela está, conosco possa dizer: "Queridos filhos, desejo partilhar com vocês a minha alegria. No meu Coração Imaculado eu sinto que são tantos os que se avizinharam a mim e portanto de uma maneira particular no coração deles a vitória do meu Coração Imaculado, rezando e convertendo-se. Desejo agradecer-vos e estimular-vos a trabalhar mais por Deus e pelo seu Reino com amor e com a força do Espírito Santo " ( Medjugorje, 25/08/2000 ).

Como Nossa Senhora deseja que sejamos os soldados de seu exército, aqueles que combaterão o dragão na batalha decisiva e o vencerão? Entre as múltiplas expressões que a Rainha da Paz opera, tem algumas particularmente significativas. Os seus filhos, diz ela, aqueles que ela escolheu e formou neste tempo de graça, devem ser "testemunhas da fé ", os "apóstolos do amor " e "portadores da paz ". Eis o exército com o qual Nossa Senhora obterá o seu maior triunfo e introduzirá na humanidade um tempo de primavera. Devemos ser "testemunhas da fé " porque vivemos em um tempo de incredulidade e da grande apostasia. Satanás difunde a sua escuridão seduzindo sempre mais a humanidade com uma visão atéia e materialista da vida. A astuta serpente precisa que os homens não creiam a fim de que no tempo da tempestade não invoquemos o nome de Deus mas sim nos desesperemos. 

Devemos ser "apóstolos do amor " porque sobre o mundo sopra o vento gélido do ódio, da divisão e do desprezo ao outro. O diabo, que é por excelência aquele que divide, quer conduzir a humanidade a usar as vestes da morte que são construídas para poder destruir não somente a humanidade inteira, mas também esta terra sobre a qual o Filho de Deus colocou os Seus Pés. 

Devemos ser "apóstolos de paz", para que neste mundo inquieto, os homens estão presos a angústia e aos tormentos do mal. Onde buscarão a paz senão nos rostos daqueles que tem seus corações abertos ao Amor de Deus. A Rainha da Paz neste tempo de graça está completando a sua obra. O seu exército já está ativo em campo aberto. Bem-aventurados aqueles que responderam o seu chamado.

Fonte: WhatsApp

Imaculada Conceição
Imaculada Conceição refere-se a um dogma através do qual a Igreja declarou que a concepção da Virgem Maria foi sem a mancha (mácula em latim) do pecado original. Desde o primeiro instante de sua existência, a Virgem Maria foi preservada do pecado pela graça de  Deus. Ela sempre foi cheia da graça divina. O dogma declara também que a vida da Virgem Maria transcorreu completamente livre de pecado.

Desde os tempos da Igreja primitiva, os fiéis sempre acreditaram que Maria, a Mãe de Jesus, nasceu sem o pecado original. Tanto no Oriente como no Ocidente, há grande devoção à Maria enquanto mãe de Jesus e Virgem sem Pecados. No começo do cristianismo o dogma da Imaculada Conceição já era tida como uma verdade de fé para os fiéis.

Bíblia e tradição

O dogma que declara a Imaculada Conceição da Virgem Maria é fundamentado na Bíblia: Maria recebeu uma saudação celestial do Anjo Gabriel quando este veio anunciar que ela seria a Mãe do Salvador. Nessa ocasião, o Anjo Gabriel saudou como cheia de graça.
Foi o papa Pio IX, o papa que proclamou o dogma da Imaculada Conceição, recorreu principalmente à afirmação de Gênesis (3, 15), onde Deus diz: Eu Porei inimizade entre ti e a mulher, entre sua descendência e a dela, assim, segundo esta profecia, seria necessário uma mulher sem pecado, para dar à luz o Cristo, que reconciliaria o homem com Deus.
O verso Tu és toda formosa, meu amor, não há mancha em ti, no Cântico dos Cânticos (4,7) também é uma referência para defender a Imaculada Conceição. Outras passagens bíblicas referentes são: Também farão uma arca de madeira incorruptível (Êxodo 25, 10-11). Pode o puro (Jesus) vir de um ser impuro? Jamais! (Jó 14, 4). Assim, fiz uma arca de madeira incorruptível... (Deuteronômio 10, 3). Maria é considerada a Arca da Nova Aliança (Apocalipse 11, 19) e, portanto, a Nova Arca seria igualmente incorruptível ou imaculada.
Também existem os escritos dos Padres da Igreja, como Irineu de Lyon e Ambrósio de Milão. São Tomás de Aquino, por volta de 1252, declarou abertamente que a Virgem foi, pela graça, imunizada contra o pecado original, defendendo claramente o dogma do privilégio mariano, que seria declarado e definido séculos mais tarde.

Definição do dogma de Imaculada Conceição

O dia da festa da Imaculada Conceição foi definido em 1476 pelo Papa Sisto IV. A existência da festa era um forte indício da crença da Igreja na Imaculada Conceição, mesmo antes da definição do dogma no século XIX.
No dia 8 de dezembro de 1854, dia da festa, o Papa Pio IX, com a Bula intitulada Deus Inefável (Ineffabilis Deus), definiu oficialmente o dogma da Santa e Imaculada Concepção de Maria.
Assim está escrito na bula (documento papal) intitulada Ineffabilis Deus que o Papa Pio X proclamou: Em honra da Trindade (...) declaramos a doutrina que afirma que a Virgem Maria, desde a sua concepção, pela graça de Deus todo poderoso, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Salvador do homem, foi preservada imune da mancha do pecado original. Essa verdade foi-nos revelada por Deus e, portanto, deve ser solidamente crida pelos fiéis.

Maria confirma o dogma

Santa Bernadete Soubirous (1844-1879), a jovem que viu Nossa Senhora em Lourdes, disse que Nossa Senhora se auto definiu dizendo assim: Eu sou a Imaculada Conceição. Isso aconteceu em 1858, apenas quatro anos após a definição do dogma.
Todos os estudiosos consideram quase impossível que uma adolescente como era Bernadete, vivendo num lugarejo insignificante como era Lourdes, soubesse da proclamação do dogma e muito menos o seu significado. Por isso, as aparições de Nossa Senhora em Lourdes são consideradas como uma confirmação celstial do dogma da Imaculada conceição. Esta é uma das três aparições de Nossa Senhora consideradas verdadeiras pela Igreja Católica.

Imaculada Conceição, Mãe sem manchas

Por isso, nós podemos recorrer a Maria com toda a confiança justamente porque ela é Imaculada, sem mancha, sem pecado, sem impurezas. Ela é cheia, plena, repleta da graça de Deus e, por isso, pode ouvir nossos pedidos e súplicas e apresentá-los ao Pai, diante de quem ela está no céu. Nossa mãe celestial é pura, santa, sem pecado e nos ama com um amor puro, santo e divino. Assim, com esta confiança, recorramos a ela sempre, pois ela intercede por nós.

Oração a Imaculada Conceição

Virgem Santíssima, que fostes concebida sem o pecado original e por isto merecestes o título de Nossa Senhora da Imaculada Conceição e por terdes evitado todos os outros pecados, o Anjo Gabriel vos saudou com as belas palavras: Ave Maria, cheia de graça; nós vos pedimos que nos alcanceis do vosso divino Filho o auxílio necessário para vencermos as tentações e evitarmos os pecados e, já que vós chamamos de Mãe, atendei-nos com carinho maternal e ajudai-nos a viver como dignos filhos vossos. Nossa Senhora da Imaculada Conceição, rogai por nós.

http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-imaculada-conceicao/9/102/#c