Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

As principais escolhas femininas em cada área da vida

Passamos muito tempo da nossa vida nos identificando com coisas que, na verdade, não revelam quem somos Com quais coisas ou pessoas eu me identifico? O sentido da nossa vida sempre está relacionado a essa pergunta: “Por quais coisas eu seria capaz de dar a vida? Quando conseguimos responder essa pergunta, é porque já sabemos qual é o sentido maior da nossa existência neste mundo. Um sentido que gostaríamos de levar conosco por toda a eternidade. Para isso, a mulher deve trabalhar fortemente na formação de sua vontade, pois esta é a faculdade da alma que lhe será particularmente útil na perseverança do bem e na sua vocação. Portanto, é fundamental que tenhamos os olhos sempre voltados para Deus, pedindo a Ele ajuda para conseguirmos viver a partir de um centro maior e não viver mais na periferia da vida. Com tantos apelos e distrações, neste mundo, é muito fácil que a mulher se perca de sua essência, ocupe-se e preocupe-se com coisas da periferia da vida, com coisas que fazem com ela gaste …

Vocação do ser feminino

A vocação tem relação direta com o ‘ser’ e não com o ‘fazer’ A mulher deve entender sua realização como pessoa, sua dignidade e vocação a partir da imensa riqueza da feminilidade que ela recebeu no dia da criação e que herdou como expressão da imagem e semelhança de Deus.
O Senhor, desde o início, teve uma ideia a nosso respeito. Desejar conhecer essa ideia é descobrir a nossa vocação. E para cumpri-la precisamos desenvolver nossa própria personalidade e identidade como ser feminino que somos. Portanto, vocação tem relação direta com o ‘ser’ e não com o ‘fazer’! Nosso estado de vida, nossa profissão, nossas escolhas  e atividades devem ser um caminho de expressão do nosso ser. Nossa jornada, neste mundo, só atingirá seu fim último se, no dia em que estivermos diante de Deus e ao Lhe contarmos quem fomos, percebermos que nos aproximamos o máximo possível da ideia que Ele tinha a nosso respeito quando nos criou. Chamada ao dom de si, à vida espiritual e a viver uma vida fundada na humildade…

Amor visível

O amor de Deus tornou-se visível, tangível, palpável em um corpo humano, em um coração humano, na pessoa de Jesus de Nazaré. Deus se faz homem para que os seres humanos se confraternizem pelo amor. Em Jesus Cristo, revelaram-se os primórdios da bondade. Nele, Deus escolheu o ser humano e o colocou no centro da história. Em Jesus, Deus colocou-se ao lado dos pobres, fracos e marginalizados. Nele, o amor de Deus se fez o humano.  Phil Bosmans.

Relacionamento

Como é o seu relacionamento com o seu vizinho? Converse com Le, ouça-o. Não crie polêmicas por coisas banais, coisas que algumas palavras podem resolver. Mantenha sempre um clima amistoso e cordial. Relacione-se bem com ele. Não erga jamais o muro da incompreensão. Faça bons vizinhos hasteando a bandeira do entendimento. Se não puder amá-lo, tolere-o. Opte pela boa convivência. Vive-se mais e melhor um clima harmonioso. Rivalizar é abrir a porta para entrar problemas. Releve diferenças. Crie laços e simpatia e afeição. A recíproca será verdadeira. Reflita, por fim, que na sociedade moderna vivemos cercados de estranhos, e que, invariavelmente, um dia acaba sendo parte da nossa família...  Inácio Dantas.

Hoje é dia de engrandecermos o nome do Senhor

Hoje é a noite feliz e abençoada de engrandecermos o nome do Senhor! Não tem sentido celebrar o Natal sem ter na boca a unção do Espírito de Deus para cantar os louvores do Senhor. “Zacarias, o pai de João, repleto do Espírito Santo, profetizou, dizendo: ‘Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, porque visitou e redimiu o seu povo’” (Lucas 1, 67- 68). A boca de Zacarias é ungida pela unção do Espírito Santo de Deus. E a boca que é ungida pela unção do Espírito louva, canta, enaltece, engrandece e bendiz o nome do Senhor Nosso Deus. A boca de Zacarias é ungida, santa e cheia da graça divina, por isso ele reconhece as grandezas de Deus em sua vida. Vale mais uma vez recordar que Zacarias ficou por um bom tempo mudo, sem poder falar, sem poder dizer nada. E ali recolhido no seu silêncio foi para dentro do seu interior, do seu coração e pôde reconhecer quão grande é o Senhor Nosso Deus, que o Seu nome seja bendito, seja exaltado e glorificado entre nós. Hoje é dia de cantarmos para Deus! Hoje é…

Você valeu a pena, meu amor

Carta ao meu bebê que foi para o céu Carta ao meu bebê que foi para o céu Muitas mulheres grávidas recebem a terrível notícia de que seu filho virá com alguma má-formação ou problema de saúde. O que fazer? A saída é o aborto? Seria uma “injustiça” seguir adiante com a gravidez, como dizem muitos profissionais de saúde?

Quando disseram a Alfonso e Susi, um casal espanhol, que seu pequeno Ismael nasceria com uma cardiopatia grave e não sobreviveria, o choque foi imenso. Mas aceitaram isso como vontade de Deus e seguiram em frente com a gravidez, apesar das fortes pressões para que abortassem. Finalmente, Ismael veio ao mundo no dia 8 de dezembro, foi batizado e, depois de dois dias, morreu tranquilo, junto ao coração da sua mãe.

Ela lhe escreveu uma carta:

Meu pequeno grande anjo, Ismael:

Sua passagem pelas nossas vidas foi uma brisa suave. Fui muito sortuda ao carregar você durante estes 7 meses no meu interior, sofrer por e com você, pedir a Deus para não ter de me despedir nunca de você.…

Nossa Senhora do Ó - Festa católica de origem espanhola

Festa católica de origem claramente espanhola, a festa de hoje é conhecida na liturgia com o nome de “Expectação do parto de Nossa Senhora”, e entre o povo com o título de “Nossa Senhora do Ó”. Os dois nomes têm o mesmo significado e objetivo: os anelos santos da Mãe de Deus por ver o seu Filho nascido. Anelos de milhares e milhares de gerações que suspiraram pela vinda do Salvador do mundo, desde Adão e Eva, e que se recolhem e concentram no Coração de Maria, como no mais puro e limpo dos espelhos. A Expectação (expectativa) do parto não é simplesmente a ansiedade, natural na mãe jovem que espera o seu primogênito; é o desejo inspirado e sobrenatural da “bendita entre as mulheres”, que foi escolhida para Mãe Virgem do Redentor dos homens, para corredentora da humanidade. Ao esperar o seu Filho, Nossa Senhora ultrapassa os ímpetos afetivos de uma mãe comum e eleva-se ao plano universal da Economia Divina da Salvação do mundo. As antífonas maiores que põe a Igreja nos lábios dos seus …

Gratidão

A gratidão contribui para caminhar ao encontro da paz e da alegria, ajuda a abrir as portas do coração para acolher e hospedar a felicidade.Temos tanto que agradecer e nada de que nos queixar. Várias vezes fazemos o contrário, isto é pouco ou nada agradecemos e de tudo nos queixamos. Ver, valorizar e agradecer tudo o que temos e não ficar lamentando o que nos falta ou o que perdemos. Fazer com gratidão tudo o que estiver ao nosso alcance sem lamentar o que está fora das nossas possibilidades. Frei Anselmo Fracasso, OFM.

O sacrifício escondido de uma mãe

“‘Padre, estou grávida; o senhor poderia abençoar a minha barriga?’: muitas vezes me pedem esta oração de uma maneira que parece mais uma doce exigência. Fecho os olhos e minha mente é invadida pela lembrança de tantas cenas semelhantes. As duas mãos da mãe tocam a barriga, como se estivesse medindo a largura do bebê, que geralmente já tem nome”, recordou com carinho o bispo Jorge Lozano.

“Essa vida que cresce e palpita com seu próprio coração durante 9 meses. Uma vida que sente, se alegra, sofre. Esses meses de gestação são mais que uma simples troca de alimentos. Há sentimentos, música, carinho, vozes que vão sendo reconhecidas como familiares”, sublinhou o prelado, em sua coluna semanal.

O bispo destacou que também é um tempo de oração e de comunicação da fé. Quando a mulher grávida reza, seu filho também se aproxima de Deus. Com cada bênção, ela vai se preparando para o momento do parto e do batismo, que fará do bebê um filho de Deus.

Em muitas comunidades, existe a belíssima propost…

Quando a Virgem Maria aparece para os seus filhos

Das quinze aparições da Virgem Maria oficialmente confirmadas pela Santa Sé no mundo todo, um terço aconteceu na França.

A história das aparições marianas na França começa em 1208. Até a última aparição, em 1871, Maria apareceu para um frade espanhol no sul do território francês, para uma pastora adolescente nos Alpes, para duas freiras de clausura em Paris, para dois jovens pastores também nos Alpes, para uma humilde menina no sopé dos Pirineus e para um grupo de camponeses no trajeto do exército prussiano.

1209: A aparição do rosário

Nossa Senhora apareceu pela primeira vez na França para o fundador dos religiosos dominicanos, São Domingos de Gusmão, no ano de 1208. Foi na igreja de Prouille, no Languedoc, local considerado o "berço dos dominicanos".

Diz a lenda que São Domingos recebeu ali o rosário, que se tornou a “ferramenta” dos dominicanos na luta contra a heresia albigense na região.

1664: As visões de uma pastora adolescente

Maria só voltou a aparecer, de maneira reconhe…

Novena ao Imaculado Coração de Maria

1
NOVENA À IMACULADA CONCEIÇÃO
(com São Josemaria Escrivá)
Introdução
A solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora é uma das principais festas anuais
dedicadas à Virgem Santíssima. Era celebrada já no século onze. Revestiu-se de especial
solenidade desde que, em 8 de dezembro da 1854, o Papa Pio IX proclamou o dogma da
Imaculada Conceição: «A Santíssima Virgem Maria, no primeiro instante da sua Concepção foi,
por graça singular e privilégio do Deus onipotente, e em previsão dos méritos de Cristo,
preservada imune de toda mancha de culpa original» (Bula Ineffabilis Deus).
Esta Novena tem como finalidade facilitar uma preparação para a solenidade da Imaculada
Conceição. Está previsto que comece no dia 29 ou 30 de novembro, e termine no dia da festa, 8 de
dezembro ou na sua vigília.
A Novena consta de duas partes: 1) Pontos de meditação; 2) Oração.
 Pode ser praticada individualmente ou em grupo. Com toda a liberdade, podem-se utilizar todos
os pontos de meditação incluídos na Novena ou somente…