Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Estou apaixonado por uma garota com deficiência mental

Fico sem reação ao vê-la, acho-a linda e não consigo parar de pensar nelaEstou apaixonado por uma garota com deficiência mental. Isso mesmo.

Se estar apaixonado é ficar sem reação ao vê-la, achá-la linda e enxergá-la em todos os cantos da minha vida, mesmo quando ela não está presente; se estar apaixonado é não conseguir parar de pensar nela, desejar-lhe um bem tão grande, que nem sei como dar-lhe; se estar apaixonado é escrever coisas bonitas, não parar de falar dela aos meu amigos, lembrar dela, querer voltar a vê-la, sorrir ao pensar nela, mesmo estando sozinho em um bar, diante de um café... então, estou mesmo apaixonado. E gosto de estar assim. Adoro. Gosto de me ver assim, mesmo sem entender muito bem como isso aconteceu nem por quê.

Para ser sincero, não me apaixonei só por uma garota comdeficiência mental. Apaixonei-me por muitas, por todas as que vi há pouco tempo no Cottolengo de Madri. Rapidamente: o Cottolengo é uma instituição católica que cuida de pessoas com transtornos m…

Por que chamamos a Virgem Maria de Nossa Senhora?

Rainha dos Anjos, Rainha dos Santos, Rainha dos Apóstolos, Rainha dos Mártires… O título de Senhor e Senhora, desde os primeiros séculos do Cristianismo, eram usados para os senhores de escravos, muito comum naquele tempo. Dentro desse contexto, a Virgem Maria disse ao anjo: “Eis aqui a escrava do Senhor” (Lc 1, 38). Mas “Jesus é o Senhor”, como disse São Paulo (Fl 2,11); é o Rei dos Reis; e Sua Mãe é Rainha por consequência. Por isso, a Igreja entendeu que deveria chama-lá de Senhora. Os súditos do Rei eram também servos da Rainha. Ora, se somos súditos de Jesus, o somos também de Maria.A Ladainha Lauretana chama a Virgem Maria de Rainha dos Anjos, Rainha dos Santos, Rainha dos Apóstolos, Rainha dos Mártires, Rainha dos Confessores, Rainha da Virgens, Rainha dos Profetas. Ora, toda Rainha é Senhora em seu reino. A Virgem Maria é aquela “cheia do Espírito Santo”, como a saudou sua prima Santa Isabel, que em alta voz disse: “Bendita és tu entre as mulheres” (Lc 1,42). Ela é “a filha predi…

Oração do perdão e da paz

Senhor Jesus Cristo, dissestes a vossos Apóstolos: Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima vossa Igreja; dai-lhe, segundo o vosso desejo, a paz e a unidade. Vós que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo. Amém.

Maria: Força dos que lutam por justiça!

A pergunta pelo sentido da dor acompanha o ser humano desde as origens. Entender por que algumas vezes passamos por momentos de tribulação e encontrar uma resposta desde a luz da fé é um desafio que muitas vezes nos deixa desconcertados. Onde encontrar consolo e ajuda naqueles momentos em que achamos que não dá mais?

Vemos além de Cristo, uma presença constante, silenciosa, que consola a cada um de seus filhos. Maria nos consola porque Ela experimentou em primeira pessoa a dor e o sofrimento e soube dar um sentido profundo. Vamos aprofundar um pouco na experiência dolorosa de Maria para assim encontrarmos luzes para as nossas vidas.

A fecundidade do amor e o sofrimento da Mãe são vistos de forma intensa na Paixão de seu Filho. Ao pé da Cruz, Maria participa ativamente, oferecendo-se ao Filho, compadecendo-se de forma indescritível com Ele. Certamente, o padecimento do filho é o padecimento da mãe. Imagina a dor que sentiu Maria em seu coração que não tinha divisão, que era totalmente pu…

Maria: Presença consoladora na dor!

A pergunta pelo sentido da dor acompanha o ser humano desde as origens. Entender por que algumas vezes passamos por momentos de tribulação e encontrar uma resposta desde a luz da fé é um desafio que muitas vezes nos deixa desconcertados. Onde encontrar consolo e ajuda naqueles momentos em que achamos que não dá mais?

Vemos além de Cristo, uma presença constante, silenciosa, que consola a cada um de seus filhos. Maria nos consola porque Ela experimentou em primeira pessoa a dor e o sofrimento e soube dar um sentido profundo. Vamos aprofundar um pouco na experiência dolorosa de Maria para assim encontrarmos luzes para as nossas vidas.

A fecundidade do amor e o sofrimento da Mãe são vistos de forma intensa na Paixão de seu Filho. Ao pé da Cruz, Maria participa ativamente, oferecendo-se ao Filho, compadecendo-se de forma indescritível com Ele. Certamente, o padecimento do filho é o padecimento da mãe. Imagina a dor que sentiu Maria em seu coração que não tinha divisão, que era totalmente pu…

O Espírito Santo e Maria

O mistério de Maria é inseparável do mistério do Espírito Santo. Mais: dele depende. O Apocalipse fala de uma mulher vestida de sol (12,1). Esse sol é o Espírito Santo, que a enriqueceu de todas as graças desde quando o Pai a escolheu para ser a mãe de seu Filho. E quando, cheia de graça, chegada a plenitude dos tempos (Gl 4,4), ela deveria conceber Jesus, é o Espírito Santo que a fecunda, como rezamos no Credo: "O Filho unigênito de Deus ... por nós e para nossa salvação desceu dos céus e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria". 

Revestida de sol, coberta pelo Espírito Santo, Maria tornou-se, no dizer de São Bernardo, "um abismo de luz, gestando o verdadeiro Deus, Deus e homem ao mesmo tempo" e, diante desse fato, observa ainda São Bernardo, "até o olho angélico fica ofuscado com a potência de tal fulgor". 

Sol e luz são figuras para expressar um fato: Maria, senhora de todas as bênçãos, concebe o Filho de Deus, por obra e graça do Espíri…

Arma da sabedoria

Muna-se dos ensinamentos de um livro. Vencerá os desafios do mundo quem tiver por arma a sabedoria. Em vez de por defeito na vitória dos outros, procure em si mesmo as razões do seu fracasso! O maior roubo que se faz é roubar os sonhos de alguém. Se há um sol brilhando em seu futuro, siga ao encontro dele. Não se desvie jamais do caminho ou poderá perder-se na escuridão.

Inácio Dantas.

Valorizar o outro

Dar importância ao outro e valorizar tudo o que ele faz de bom. Valorizar o bem traz melhores resultados do que simplesmente criticar o mal. Quando nos sentimos valorizados no bem que realizamos, sentimos impulso de multiplicar os gestos de bondade. Quando ninguém percebe nem dá importância ao bem que fizemos, nós nos sentimos desestimulados.  Frei Anselm Fracasso, OFM.

Para conhecer o mistério da vontade de Deus na História.

Espírito Santo que procedes do Pai e do Filho, Tu estás em nós, falas em nós, rezas em nós,operas em nós. Suplicamos-te de abrir espaço em nosso íntimo para acolher as tuas palavras, a tua oração, a tua inteligência, a fim de que possamos conhecer o mistério da Vontade de Deus na História. Não te pedimos para ter acesso a esse mistério para quase poder vangloriar-nos de luma nossa ciência e inteligência dos tempos, mas unicamente para poder operar de maneira digna, no Senhor, para poder nos dedicar mais e mais totalmente ao serviço do nome e da glória de Nosso Senhor Jesus Cristo.  Cardeal Carlo Maria Martini.